Enseñanza colectiva de la guitarra: una investigación bibliográfica en las actas de los encuentros anuales de la ABEM entre 2003-2017

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Carlos Augusto Amat y León Correa

Palabras clave

Enseñanza colectiva de la guitarra, investigación bibliográfica, actas de los encuentros anuales de la ABEM

Resumen

Esta pesquisa teve como objetivo geral mapear e analisar as publicações acerca do ensino coletivo de violão nos Anais dos Encontros s da ABEM entre os anos 2003- 2017. A partir do método de pesquisa bibliográfica, a investigação categorizou e analisou as publicações nesta fonte de divulgação cientifica específica. Através da análise e reflexões sobre os materiais coletados, foram identificadas: 51 publicações já realizadas na temática no período 2003-2017; realizou-se a quantificação de incidências das palavras chave; identificou-se 22 trabalhos de pesquisa e outros 29 de relatos de experiência, os quais foram categorizados pelos seus objetivos correspondentes; da mesma forma categorizou-se os níveis acadêmicos dos trabalhos, separados por aqueles que são de monografia, mestrado, doutorado e especialização. Finalmente, identificou-se os contextos sociais e culturais que permeiam o desenvolvimento das práticas ou investigações encontradas.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Abstract 83 | PDF (Português) Downloads 28

Referencias

Barreto, M. S. T. (2008). Ensino Coletivo de Violão: Diferentes Escritas no Aprendizado de Iniciantes (Trabalho de conclusão de curso - Licenciatura em música). Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Cruvinel, F. M. (2008). O Ensino Coletivo de Instrumentos Musicais na Educação Básica: compromisso com a escola a partir de propostas significativas de Ensino Musical. In anais do VIII Encontro Regional Centro-Oeste da ABEM, 1º Simpósio sobre o Ensino e a Aprendizagem da Música Popular e III Encontro Nacional de Ensino Coletivo de Instrumento, Brasília, 21-23 de Agosto.

Dudeque, N. E. (1994). História do violão - Norton Dudeque. Curitiba: UFPR
(Universidade Federal do Paraná).

Enago Academy (2019). A importância da correta escolha das palavras-chave.
Disponível em: https://www.enago.com.br/academy/a-importancia-da-correta-escolha-das-palavras-chave. Acesso em 20 nov. 2019.

Fachin, O. (2005). Fundamentos de metodologia.
São Paulo: Saraiva.

Tourinho, A. C. (1995). Motivação e o desempenho escolar na aula de Violão em grupo: Influência do repertório de interesse do aluno (Dissertação de Mestrado).
Universidade Federal da Bahia, Bahia, Brasil.

Hodder, I. (1998). The Interpretation of Documents and Material Culture. In Denzin,
N. K. & Lincoln, Y. S. (Eds.), Collecting and Interpreting Qualitative Materials. Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 110-129.

Llanos, C. F. E. (2016). Violão e identidade nacional: a “moral” do instrumento.
Revista da Tulha, 2(2), 227–250.

Marcondes, M. A. (1998). Enciclopédia da música brasileira: popular, erudita e
folclórica. São Paulo, SP: Art Editora.

Martínez, D. É. G. (2013). As metodologias de ensino musical e suas incidências nos anais da ABEM (Trabalho de conclusão de curso - Licenciatura em música). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, Brasil.

Mello, D. & Pinheiro, C. A. (2017). O ensino coletivo de violão: Um relato de
experiência sobre vivências, estratégias e propostas de ensino em uma turma com
crianças. In anais da XI Conferência Regional Latino-Americana de Educação Musical da ISME, Natal, 8-11 de Agosto.

Pereira, M. F. (2012). De maldito a erudito: caminhos do violão solista no Brasil.
Composiçao: Revista de Ciência Sociais da UFMS, 6(10), 68-91.

Rodrigues, A. E. M. (2002). Nair de Teffé: vidas cruzadas . Rio de Janeiro: Editora FGV.

Rodrigues, W. (N.d.). Ensino Coletivo de Violão. Disponível em: https://es.scribd.com/document/258956797/Ensino-Coletivo-de-Violao-Weslei. Acesso em: 15 Set. 2019.

Sá, F. A. da S. (2016). Ensino coletivo de violão: uma proposta metodológica
(Dissertação Mestrado em Música). Escola de Música e Artes Cênicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

Sá, F. A. da S. & Leão, E. (2014). Escolha do repertório como fator que determina o nível de interesse do aluno no estudo do violão – um relato de experiência. In anais da IV Jornada de Estudos em Educação Musical e II Simpósio de Educação Musical e Humanização da UFSCAR, São Carlos, 15 de Setembro.

Sousa, H. F. de (2015). O violão Brasileiro e sua trajetória: Uma pequena revisão bibliográfica. In anais do 13° Colóquio de Pesquisa do PPGM/UFRJ, Rio de Janeiro.

Sousa, L. F. de (2018). O ensino coletivo de instrumento musical: o violão. In anais
do XV Encontro Regional Centro-Oeste da ABEM, Goiânia, 25-27 de Outubro.

Taborda, M. (2011). Violão e identidade nacional: Rio de Janeiro 1830-1930. Rio de
Janeiro: Civilização Brasileira.

Taborda, M. (2020). Aspectos marcantes da presença do violão na cultura
brasileira. Disponível em: https://www.mvim.com.br/artigo/aspectos-marcantes-da-presenca-do-violao-na-cultura-brasileira/. Acesso em: 20 Jul. 2019.

Treinta, F. T, Filhos, J. R. F, Parracho, S. A & Rabelo, L. M (2014). Metodologia de pesquisa bibliográfica com a utilização de método multicritério de apoio à decisão. Production, 24(3), 508-520.

Yin, R. K. & Dirceu da Silva, D. B. (2016). Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto
Alegre, RS: Penso, 2016.